A PROVA DE CERTO E ERRADO

Toda prova de concurso já assusta um pouco, agora a que causa maior medo em todos os candidatos é a prova de CERTO E ERRADO. Explicando o que é este tipo de prova para quem nunca ouviu falar.


Cada questão é composta de 5 opções, as quais o candidato deve se manifestar dizendo se a opção está CERTA ou ERRADA em relação ao enunciado da questão. Ainda existe a opção de o candidato dizer que não quer se manifestar e colocar SEM RESPOSTA.


O grande problema está na apuração dos pontos de cada questão, que é feita da seguinte forma: 1 ponto para cada acerto, –1 ponto para cada erro e zero pontos para o SEM RESPOSTA.


O que acontece com o candidato desavisado? Resolve responder todas as opções, mesmo as que não tinha certeza, pelo vício de não querer deixar questões sem resposta. Qual o resultado desta atitude precipitada neste tipo de prova? Cada questão que ele achou que sabia, mas errou, retira um ponto de uma questão que ele realmente sabia e acertou.


Exemplificando: A questão apresenta 5 opções. O candidato tem certeza de que sabe 3, duas está em dúvida, mas mesmo assim resolve responder todas desta forma:

a) CERTO
b) ERRADO
c) CERTO
d) CERTO
e) CERTO

 


Porém o gabarito da prova apresenta a seguinte disposição de respostas:


a) CERTO
b) CERTO
c) CERTO
d) ERRADO
e) ERRADO


Computando os pontos do candidato nesta questão teremos:

  CAND*         GAB**      PONT***


    a) C                a) C              1
    b) E                 b) C           -1
    c) C                 c) C             1
    d) C                 d) E           -1
    e) C                 e) E           -1

*Candidato

**Gabarito

***Pontuação

Somando a pontuação obtida vemos que seu saldo nesta questão ficou negativo em –1. Notem que nesta questão o candidato tinha certeza em 3 opções. Imaginem o estrago que esta maneira de fazer a prova pode causar quando a sua certeza for de apenas 2 ou 1 opção, e mesmo assim ele resolver responder a todas ? Provavelmente ele terminará a prova devendo pontos para o próximo concurso.

 

Como fazer então?


Não é à toa que o organizador deste tipo de prova dispõe aos candidatos a opção de colocar SEM RESPOSTA nas opções em que tiver dúvida. O candidato que souber utilizar esta ferramenta, com certeza se sairá melhor do que os outros que podem, inclusive, estar mais bem preparados nas matérias daquela prova, mas que por acharem que tem a obrigação de saber tudo acabam tendo resultados desastrosos, como vimos no exemplo.


Vejamos a maneira correta de se fazer a mesma questão apresentada:

  CAND         GAB       PONT


    a) C                a) C              1
    b) SR              b) C            0
    c) C                c) C             1
    d) SR*            d) E             0
    e) C                e) E           -1

* Sem resposta

Desta vez o saldo do candidato nesta questão foi de 1 ponto. Notem que mesmo tendo certeza em 3 opções, 1 delas estava incorreta, algo que pode acontecer com qualquer aluno em qualquer concurso. Porém este erro não invalidou toda a questão do candidato, já que nas opções em que ele tinha dúvida colocou o SEM RESPOSTA e ali não perdeu nem ganhou pontos. Esta prova é feita para que o aluno seja enganado pelo seu excesso de confiança, ou para pegar aquele aluno que acha que pode passar chutando.

Percebam que até a teoria do Chute Colocado, explicada anteriormente, fica prejudicada. Não aconselho utilizá-la neste tipo de prova. O candidato deve entender que, em caso de dúvidas, deve deixar a opção SEM RESPOSTA. Só assim não correrá o risco de perder pontos preciosos conquistados com o conhecimento de outras partes da matéria. 

O ideal sempre é que o aluno domine a maior parte das matérias, para que tenha CERTEZA na maioria das opções, mas sabemos que é impossível saber tudo, por isso prepare-se para fazer esta prova com técnica. Só marque o que você realmente souber.

Dica: se você estiver em dúvida mas sentir que pode chegar a uma resposta se pensar com mais calma, não descarte de primeira a opção, deixe-a em branco para que, ao final da prova, você possa retornar a todas as questões que sobraram para tentar novamente entendê-las. Além disso dê uma repassada geral, contando quantas questões deixou SEM RESPOSTA. Se forem mais de 50% da prova, provavelmente você terá que escolher algumas das que tem menos dúvida e chutar, devido ao risco de não conseguir fazer o mínimo de pontos necessários para não ser desclassificado. Lembrando que nem todas as questões que você tem certeza estarão corretas.

A quantidade de questões para deixar SEM RESPOSTA vai depender da pontuação mínima exigida para ser classificado.


Exemplificando: Uma prova de português com 10 questões, cada uma com 5 opções de CERTO, ERRADO OU SEM RESPOSTA, totalizando 50 opções. Suponhamos que a pontuação mínima exigida para esta prova seja de 30%. Seriam então 15 pontos. O sujeito então acaba de fazer a prova e verifica que deixou 25 opções SEM RESPOSTA. Neste caso ele conta com somente 25 opções respondidas. Se fizermos o cálculo veremos que ele só pode errar 5 opções das 25 que marcou.Vamos ao cálculo:

25 opções  SR            =      0 pontos
20 opções corretas   =   20 pontos
5 opções incorretas  =   -5 pontos

Como as 5 opções incorretas “comem” 5 opções corretas, seu total de pontos será exatamente o mínimo exigido para o concurso, 15 pontos. Neste caso, mesmo sem saber que erraria 5 das 25 opções que havia marcado, seria melhor arriscar um pouco mais fazendo 5 questões que lhe geraram dúvidas, deixando somente 20 SEM RESPOSTA. Se dessas 5 que ele escolher, acertar 3 e errar 2, já conseguiu mais 1 ponto.

Porém existe o risco de também errar 3 e acertar somente 2, ficando eliminado do concurso. Por este motivo o candidato só pode recorrer a chutar uma questão em que ficou em dúvida em casos extremos, quando ele perceber que precisa fazer um pouco mais de questões para não ficar muito na dependência de ter que acertar tudo que deixou com resposta.

 

Este tipo de prova exige muita paciência do candidato, um pouco de cálculo e sangue frio de deixar várias questões SEM RESPOSTA. É uma prova que deve ser feita sempre calculando quantos pontos podemos ter feito em cada questão. O nível de atenção deve ser redobrado; além de entender bastante das matérias, o candidato deve saber fazer a prova. Quando se defrontar com uma prova desse tipo de CERTO OU ERRADO, lembre-se de que existe ainda mais uma opção neste nome: CERTO, ERRADO OU SEM RESPOSTA.