Nossas fichas de leitura são locais de compactação de informação. Como já mencionamos, não é permitida a poluição visual em um espaço tão pequeno.

O conteúdo deve ser leve e resumido, principalmente em palavras-chave. No entanto, existem alguns esquemas de matéria que ficariam interessantes se colocados em um único plano de visualização para observar o conjunto.

 

Para isto surgem os fichões, que são fichas em formatos maiores, com espaço para um maior volume de informação, onde poderão ser reunidos conteúdos de várias fichas formando um todo.

 

Recorra a esta ferramenta quando sentir a necessidade de colocar um esquema que precise ser visualizado por inteiro. Porém, na maioria das vezes, uma boa divisão do assunto em várias fichas de informação condensada é suficiente para se entender um esquema maior, sem que seja necessário reunir tudo em um fichão.


Não cheguei a completar um bloco de 100 fichões. Mesmo assim incluía a sua leitura em alguns dias do estudo diário, como se fosse um bloco de fichas, para que os esquemas ali transcritos não caíssem no limbo do esquecimento.


Logicamente se o seu bloco de fichões ainda for pequeno, combine-o com a leitura de um bloco de fichas, para valer como a leitura de um bloco.


Exemplificando. Se você consome apenas 15 minutos lendo seu bloco de fichões em seu estudo diário, complete este tempo com a leitura de um bloco de fichas, o que totalizará 1 hora de leitura de fichas e fichões.

OS FICHÕES