Retirando a couraça


Começar a estudar é retirar a couraça do medo de errar.


E aí tocamos em um ponto muito profundo de cada pessoa, que é, depois que acaba o colégio, acaba de repente até a faculdade, nós temos uma tendência a dizer que já concluímos uma etapa, que aquilo ali não é mais o nosso tempo,


“Ah, o meu tempo de estudar passou”, e na verdade o que existe por trás desta afirmação, desta maneira de chegar o estudo, é o medo de começar algo e se expor ao erro, e é o que naturalmente vai acontecer quando você começa a estudar.


Você vai se expor ao erro e vai errar muito mais do que acertar, porque chegar em uma prova e acertar aquelas questões todas, e ficar entre os aprovados, ficar bem colocado, nós já erramos, e erramos muito.


E em cada erro aprendemos um pouco.


Só que pra acontecer aquele erro, nós ficamos expostos, e aí temos uma tendência alimentada pelo orgulho e pelo ego, de depois de adultos não querermos mais ser corrigidos.


Isso acontece muito porque basta dizer “não, isso não é mais o meu tempo, não preciso mais”, para nos livrarmos dessa questão de se expor ao erro.


Então esse é uma das primeiras e importantes barreiras que precisamos quebrar. O medo de se expor ao erro.


Erraremos, isso é fato. Eu aqui falando com você vou cometer alguns erros, isso é normal, somos humanos e susceptíveis ao erro.


Isso não é defeito ou característica de alguém. Ah, o sujeito, fulano de tal erra muito.


Tudo bem, passou em concurso. Todos aqueles erros que aconteceram ficaram para trás.


Então quando você pensar em estudar e sentir que é muita matéria, “eu não sei”, “não conheço nada disso aqui”, “vou errar muito”, “tenho medo de errar”, ou então pode ser uma coisa mais profunda, ainda do colégio.


Você pode ter cometido alguns erros naquela época, pode ter tirado notas baixas em provas e na hora de mostrar aquilo para os seus pais ou responsáveis, aquele evento mal conduzido gerou um trauma.


Pode acontecer de você ter tirado uma nota baixa e aí ficou aquele medo da nota baixa e quanto mais livre de fazer provas e de se expor a erros você ficar, mais aliviado você fica daquele trauma. É uma possibilidade.


Então é um medo nosso, é um medo humano, totalmente comum, de errar.


É esse um dos passos que o concurseiro deve vencer. Vencer o medo de errar.


E se expor a um fracasso momentâneo, de fazer 10 questões e acertar 2, ou nenhuma, pior ainda.


Mas isso tudo são passos de uma caminhada. Ok.


E sempre lembrando que edital que limites a nossa mente não, tchau.


Posts Em Destaque
Posts em breve
Fique ligado...
Posts Recentes