Muito importante para o início desta empreitada é o estímulo, o motivo da procura pelo concurso público. Este estímulo será um dos principais pontos de apoio da vontade ferrenha de continuar.


Cada um deve buscar a sua própria motivação. Não posso descrever todos os motivos que seriam bons pontos de apoio para manter esta energia necessária para se dedicar aos concursos.


No meu caso, como no de muitos outros, foi a extrema decepção com as histórias que vivi e ouvi sobre as empresas privadas.

 

Desnecessário colocá-las neste livro, mesmo porque quem já foi escravizado, humilhado e desconsiderado em troca de não perder o emprego, sabe do que estou falando. Pior ainda era agüentar a mentira, a traição de colegas, a inveja e uma série de emoções que surgem em algumas pessoas quando o assunto é dinheiro, ou mais, dinheiro e poder. CHEGA!


Gritei comigo mesmo que aquilo não era vida para mim. E este foi um belo estímulo que me acompanhou durante todos os dias de estudo. Foi a forma que utilizei para transformar um assunto extremamente negativo em um motor de propulsão magnífico, que me sustentou nos momentos de cansaço, que não foram poucos. Logo mais falaremos também sobre este assunto: o cansaço.


Cada candidato deve encontrar em sua vida o que o está motivando a um concurso público, como o cargo que pretende beneficiará sua vida, o que causou a sua escolha, que fatos o decepcionaram em empregos anteriores, qual a segurança que poderá oferecer a sua família, seus pais, seus filhos, enfim, o que o faz pensar em estudar e competir pela vitória nos concursos em um concurso público.

 

Quanto mais convicção tiver dos motivos que o levaram a estudar para concursos, mais apoio mental terá quando o cansaço e o medo de não passar começarem a surgir em sua cabeça.

UM MOTIVO PARA ESTUDAR

__________________________________

 

CARREGUE SEUS MOTIVOS PARA A SALA DE ESTUDOS

__________________________________